Postagens

Everybody loves feedback :)

Imagem
Hello!
Olha eu aqui de novo! :)  
Quero dividir com vocês algo que me deixou muito feliz na última semana. Eu normalmente tiro férias no período de festas e em parte do mês de janeiro, mas este ano recebi uma solicitação de curso intensivo por conta de uma emergência: a aluna foi convidada a fazer uma apresentação na matriz da sua empresa, na Alemanha, mas não estudava inglês há alguns anos e se sentia extremamente insegura em relação ao uso da língua tanto no ambiente profissional quanto nos espaços públicos, como aeroportos e estabelecimentos comerciais.
Ao longo de duas semanas, tivemos cerca de 10 horas de prática, durante a qual ensaiamos sua apresentação e afinamos o texto a ser dito, com o apoio do livro Effective Presentations, da Oxford University Press:


Parte do tempo também foi usada para revisar expressões e termos relacionados a situações em aeroportos, hotéis e lojas.
Na volta da aluna, recebi o seguinte retorno:


Esse é o tipo de coisa que enche meu coração de alegria e…

Conheça o CEFR - ou como saber qual é o seu nível de inglês

Imagem
Hello, everyone! :)


Conhecer seu nível de inglês é uma etapa importante para estabelecer suas metas e também para entender o quanto você já caminhou em seus estudos. Entretanto, se a gente se basear nas divisões de nível adotadas por instituições de ensino e cursos em geral, podemos ficar sem uma referência muito clara.

No meu trabalho, uso como referência o Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas (CEFR). Ele foi criado para ser uma referência para estudantes de idiomas na União Europeia, mas acabou se popularizando em todo o mundo por ser bastante prático e preciso.

No CEFR, os estudantes são classificados em seis categorias:

A1 - Iniciante
É capaz de compreender e usar expressões familiares e cotidianas, assim como enunciados muito simples, que visam satisfazer necessidades concretas. Pode apresentar-se e apresentar outros e é capaz de fazer perguntas e dar respostas sobre aspectos pessoais como, por exemplo, o local onde vive, as pessoas que conhece e as coisas que tem. …

Como funcionam as aulas online?

Imagem
Hello!

Resolvi escrever um texto para explicar melhor como funciona esse formato de aula, que tem se tornado cada vez mais popular. Aqui, vou falar um pouco sobre as ferramentas que uso e responder a algumas perguntas comuns.



1) Aula online é tão eficaz quanto a aula presencial?

Sim. Não há nenhum prejuízo de aprendizado se o professor não estiver fisicamente ao lado dos alunos.


2) Que tipo de equipamento é necessário para as aulas online?

Você vai precisar dos seguintes itens:
- uma conexão à Internet de boa qualidade
- microfone
- caixas de som ou fones de ouvido
- webcam

-  um bom smartphone, caso você deseje a possibilidade de fazer as aulas pelo celular


3) Que recursos são utilizados para as aulas?

Durante muitos anos, o Skype foi meu programa favorito para as aulas. Porém, atualmente utilizo uma ferramenta mais moderna e completa: o Zoom.us. Ele é fácil de usar, ocupa pouco espaço no computador, tem uma conexão de excelente qualidade e dispõe de recursos muito úteis em aula, como a…

Meu novo logotipo

Imagem
Esta é a minha nova marca.
Escolhi uma árvore porque ela floresce, dá frutos e os oferece generosamente para os outros. Que o seu aprendizado possa fluir da mesma maneira - com naturalidade, crescimento e partilha. :)

Meus trabalhos com a National Geographic Brasil

Imagem
Olá!

Depois de um longo período sem postagens, resolvi reativar o blog para facilitar minha comunicação com as pessoas que me procuram para obter mais informações sobre minhas atividades.

Muita coisa aconteceu nesse período, mas um dos trabalhos dos quais mais me orgulho é o material traduzido para a revista National Geographic brasileira. Foram três edições especiais e diversas matérias para o site e as edições impressas da revista. Aqui estão as capas das edições totalmente traduzidas por mim. Foi um enorme prazer!



Home Teacher?!

Imagem
Olá!
Essa é só para descontrair, rsrsrsrs... O termo correto seria "home theater". Esse cartazista está precisando de um(a) teacher para ajudá-lo em seu trabalho! :D


Falta de domínio de outro idioma barra milhares de estudantes brasileiros no exterior

Vejam só que notícia ruim para o Brasil. :(

"A falta de domínio de outro idioma se tornou uma pedra no caminho da principal aposta do governo federal para alunos brasileiros cursarem parte da graduação no exterior. O programa Ciência sem fronteiras completa um ano este mês com um desafio: preencher as bolsas oferecidas para universidades de diversas partes do mundo. Isso porque o Brasil tem a ousada meta de mandar 101 mil alunos e pesquisadores para instituições estrangeiras até 2015, mas, se continuar no ritmo atual, as projeções não são nada animadoras. Desde o início do programa, 12.193 universitários saíram mundo afora. O Ministério da Educação (MEC) não informou o número de benefícios que foram oferecidos, mas admite: tem bolsa sobrando. Na maior federal de Minas, a UFMG, a expectativa é de que apenas um terço dos inscritos para o edital vigente seja aprovado."

Leia a matéria completa aqui:
http://www.em.com.br/app/noticia/especiais/educacao/2012/10/22/internas_educacao,…

Dica: blog sobre tradução

Hello!

Variando um pouco o assunto, hoje venho indicar um blog interessantíssimo de tradução.
Recomendo tanto para quem quer saber como começar na área quanto para que já está estabelecido e quer se manter atualizado com as novidades na área: é o Fidus Interpres, mantido pelo tradutor Fabio Said.

Confira: http://fidusinterpres.com/

Um abraço!

Fluência em inglês é problema para executivo brasileiro

Imagem
Estudo da GlobalEnglish revela que o País ocupa a 67ª posição entre 156 nações e que o Brasil está atrás de outros mercados emergentes como a Rússia, Índia e China

Por Eliane Quinalia |8h52 | 10-08-2012 SÃO PAULO - O executivo brasileiro ainda tem um longo caminho à percorrer. Segundo uma pesquisa da GlobalEnglish, o País ocupa a 67ª posição entre 156 nações do mundo, e isso, em termos de fluência do idioma inglês em ambiente empresarial. “Considerando uma escala de 1 a 10, a média do brasileiro é 2.95. Já a mundial está avaliada em 4.15”, detalha o estudo. Segundo a pesquisa, a pontuação 1 indica a habilidade de ler e se comunicar utilizando apenas questões e declarações bastante simples. Já a 10 representa a habilidade de se comunicar e colaborar no ambiente de trabalho da mesma maneira que faz um nativo da língua inglesa. “Com esta pontuação, os brasileiros estão em um nível no qual não conseguem entender ou comunicar informações básicas durante uma conferência, tanto por telefone…

Quanto tempo nosso cérebro leva para aprender inglês?

Imagem
Olá!
Trago hoje um link muito interessante para um material desenvolvido pela escola de inglês CCAA e pela Super Interessante.
A proposta é mostrar o que acontece no seu cérebro durante o aprendizado de um novo idioma e, naturalmente, responder à pergunta que dá título a esse post.

Portanto, antes de se entusiasmar com um cartaz que promete inglês fluente em 12 ou 18 meses, aprenda um pouco mais o processo de aprendizado e procure fazer escolhas realistas, que respeitem nosso ritmo e realmente cumpram o que prometem. ;)



Confira aqui:
http://super.abril.com.br/multimidia/quanto-tempo-nosso-cerebro-leva-pra-aprender-ingles-693028.shtml

Mais um trabalho - revista Lola

Imagem
http://lolamag.abril.com.br/edicoes/ano-11/dezembro-de-2011/


Confiram a nova edição da revista Lola de dezembro de 2011.
Além de uma capa linda e muitas matérias interessantes, ela também traz as previsões astrológicas de Susan Miller para 2012! Adivinhem quem traduziu? ;-)

Um abraço!

Empreendedorismo materno

Olá!

Venho partilhar com vocês a entrevista que dei para o blog Empreendedorismo Materno, mantido pela jornalista e comunicadora Michelle Prazeres. Siga o link e confira o trabalho dela, que é super interessante e rico em informações:

http://empreendedorismomaterno.blogspot.com/2011/09/jamila-traduziu-seu-amor-em-trabalho-e.html

Nada será como antes

Este blog está de cara nova, assim como eu.
Depois de um silêncio longo, volto para colocar a casa em ordem. A minha casa ganhou mais um morador: Gael, meu filho de quase sete meses que me levou a uma virada profissional  importante. Escolhi ser uma mãe empreendedora, trabalhar em casa e estar ao lado do meu pequeno. Para tanto, tive que abrir mão de meus alunos (agradeço meus competentes colegas que os acolheram) e ir em busca de mais clientes de tradução, pois sempre os tive.

Com isso, meu foco atual não é o ensino de inglês, mas não deixo de estar em contato com esse meio. Os posts vão mudar um pouco, mas tenho uma preocupação grande em manter o blog sempre repleto de informações valiosas. Conte com isso!

Bem-vindo(a) à minha casa nova. Entre, fique à vontade e aproveite!

Happy Holidays!

Imagem

Cuidado com as armadilhas!

Olá, pessoal!

Vim conversar hoje sobre algo extremamente preocupante, que é a atual situação do ensino do idioma inglês no Brasil.
Estamos diante de um quadro aterrador, pois ao mesmo tempo em que escolas se multiplicam por todos os cantos, o sistema educacional também vem produzindo profissionais pouco qualificados para o ensino (e para todas as outras áreas também, infelizmente), o que resulta em um quadro triste de ensino de baixíssima qualidade. Todos sonham aprender inglês, mas poucos vão além do verbo 'to be' - não sem deixar algumas mensalidades no bolso de alguém que faz promessas incríveis.

Soma-se a isso o atual imediatismo das pessoas e a busca desesperada por fórmulas mágicas: "emagreça dormindo!", "aprenda inglês em um ano!" Existe uma tendência cada vez mais de se desejar soluções imediatas para processos que demandam tempo e dedicação.

Assim como eu não posso fazer com que o bebê que eu trago na barriga (sim, estou grávida! :D) n…